Buscar
  • felipefabg

#5. Celsa



C: Oie! [alegre]

R: Oi. Bom dia.

C: Que demora, amiga.

R: Acordei muito lenta e demorei pra me arrumar.

C: Me dá suas coisas, senta ali na mesa e olha que lindo que preparei pra gente.

R: Que gostoso! [apática]

C: Que animação, hein?! Credo, bicha.

R: Desculpa, amiga. Tá tudo lindo. É que foi difícil sair da cama hoje.

C: Renata, domingo, dia lindo lá fora, brunch na mesa. Com es-pu-man-te. Acorda, viado! Espanta esse urubu de cima da sua cabeça, pelamordedeus.

R: Tá difícil, Celsa. Preciso conversar sério com você. [nervosa]

C: Já vai começar o dia assim? Amiga, estresse de trabalho, boy, tudo isso passa. Alegria, vai. Sejá lá o que for, não fica remoendo não. Vamo arrumar o cabelo, botar maquiagem e dar um rolê, rebolar essa raba por aí.

R: Celsa, eu tô grávida.

C: .... [silêncio]

R: É sério. Tô grávida.

C: Mas viado, tu não tava na seca há meses?

R: Tava.

C: Que boy magia foi esse que apareceu e já pimba assim? Me conta! [risos]

R: É seu, Celsa.

C: Não é possível.

R: Claro, que é possível. Tanto é possível que aconteceu.

C: Como?

R: Piru na xoxota, né, Celsa?! Como mais? [irritada]

C: Mas você tem certeza que é meu?

R: Tirando aquela noite com você, não teve ninguém. Oito meses meses e 27 dias. Tirando aquela vez.

C: Renata, impossível, não viaja. A gente brincou...

R: Brincou.

C: Você tava carente...

R: Tava.

C: Eu também. Bebemos muito...

R: Eu tava bêbada, mas não tanto quanto vc.

C: Eu não lembro direito tudo que a gente fez.

R: Eu lembro. Mais do que você, com certeza.

C: A gente não foi até o fim, foi?

R: A gente fez tudo. Direitinho.

C: Você me usou, né, Renata? [descontrai]

R: Usei, mas você deixou. E do jeito que tava duro, parecia até que você gosta de mulher. [risos]

C: De mulher eu não gosto, mas eu gosto de você. Você é uma delícia.

R: Obrigada, amiga. [choro]

C: Mas você não toma pílula? [senta ao lado e conforta]

R: Fazia tanto tempo que não acontecia nada, que não aparecia um macho, que eu tava esquecendo de tomar.

C: Grávida?

R: Sim. Fiz uns cinco testes de farmácia, todos positivos. Agendei um exame de sangue pra amanhã, pra ter certeza.

C: E você quer ir em frente com isso?

R: Sim. Acho que sim.

C: Eu? Pai?

R: Eu tô com medo, Celsa.

C: Rê, olha pra mim: vamos fazer isso juntas.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo