Buscar
  • felipefabg

#3. Phillies


Nighthawks (1942) / Edward Hopper / Art Institute of Chicago



“Esse café está uma merda. Acho que o atendente colocou a água quente demais e queimou o pó. Os garotos dessa geração não sabem nem fazer um café decente, deus que perdoe. Pelo menos o gosto de queimado vai espantar o sono enquanto fico de olho nesses dois.

O sanduíche estava com uma cara boa quando veio da cozinha, mas ela não parece estar gostando tanto. Não sei se a cara dela está preocupada assim por causa da comida ou se é porque o sujeito dá mais atenção para o cigarro do que para ela. Com certeza os peitos dela nesse vestido vermelho mereciam mais atenção. Com o braço cruzado por trás da mão que segura o sanduíche, ela estica os dedos da mão e tenta desenhar círculos na mão dele. Ele não aguenta muito tempo e tira a mão de cima do balcão. Ela procura os olhos dele longamente, mas o sujeito continua olhando reto para frente, concentrado no cigarro. A mão que segura o cigarro treme de ansiedade.

O que ela quer enxergar no rosto dele, o que espera? Que ele olhe nos olhos dela e, sem dizer nada, diga tudo? É ridículo. Minha patroa faz a mesma coisa. Me pergunta ‘Como foi seu dia, querido?’ e olha fundo nos meus olhos, com um sorriso convidativo nos dentes. ‘Eu saí de casa, fui para o trabalho, trabalhei e agora estou de volta, querida. O que mais há pra dizer, deus do céu?’ Depois do jantar, ela quer que eu dê atenção para as crianças, que eu brinque e ensine bons valores para eles. Eu ligo a televisão e mando eles assistirem o show que estiver passando. Eles estão melhor com a TV do que comigo. Qual o problema das mulheres? Duvido que ela queira mesmo saber o que eu faço enquanto estou fora.

O sujeito pede ao garoto que traga a conta. Coitado. Fez as malas, colocou tudo no carro, pegou a garota e veio fazer uma refeição antes de cair na estrada. Acha que vai fugir daqui sem prestar contas ao meu patrão. É por isso que o Chefe pede que eu faça o trabalho difícil. Ninguém olha para mim e consegue imaginar o que carrego comigo. Sou discreto, mantenho as coisas para mim mesmo. O desgraçado fuma um cigarro e visualiza uma vida nova em outro lugar, com a garota de vermelho a tira-colo. Olha para mim e acredita que sou só um homem como ele, tomando um café com gosto de queimado em uma lanchonete qualquer. Não sabe que trago comigo uma pistola carregada e algumas almas nas costas.”



  • Escreva sobre um quadro que você gosta. Gosto desse quadro, que tem um clima melancólico e inquietante. Acho que a cena retratada dispara a imaginação pra vários lugares. Embora sempre seja relacionado ao tema da solidão, recorrente na obra do autor, Hopper disse que essa pintura tem mais a ver com a possibilidade de predadores na noite. Tentei brincar com as duas ideias.


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo